Factos estranhos do estranho Mundo em que vivemos

Segunda-feira, 12 de Setembro de 2011

 

"O norte-americano Michael Kevin Lallana, de 32 anos, foi condenado a pagar uma indemnização de 25 mil dólares (cerca de 20 mil euros) a uma colega de trabalho depois de ejacular em duas ocasiões na sua garrafa de água.

Michael trabalhava numa empresa de investimentos financeiros e seguros de Newport Beach (Califórnia) ao lado da vítima, apenas identificada como 'Tiffany G'.

Da primeira vez a mulher só se apercebeu depois de sentir um sabor diferente e de ver algo estranho na água.

Quatro meses depois, quando a vítima de 29 anos, se deparou com a mesma situação e o mesmo sabor, resolveu mandar analisar a água para saber do que se tratava.

As análises revelaram que a água estava contaminada com esperma - e o teste de ADN confirmou que pertencia a Michael. A vítima disse nunca ter tido problemas com o colega de trabalho.

O juiz ordenou que Michael pagasse uma indemnização de cerca de 20 mil euros à vítima por perda de salário, terapia e despesas médicas, e ao cumprimento de 180 dias de prisão.

O norte-americano admitiu ter ejaculado na garrafa de 'Tiffany G' porque era o mais próximo de sexo que conseguia ter com a colega." in "Correio da Manhã"

 

publicado por Lígia Laginha às 09:36

Sexta-feira, 06 de Maio de 2011

 

 

 

Bom dia caros visitantes do "Olhos Esbugalhados".

 

Hoje este blog de bizarrias traz-vos a história de uma senhora brasileira que sofre de compulsão orgástica, isto é, tem uma necessidade primordial de sentir orgasmos. Assim sendo, e como a senhora trabalha é necessário masturbar-se no local de trabalho e para ter direito a tal feito recorreu à justiça e tudo. Para além disso é acompanhada por um especialista e agora "só" se masturba 18 vezes. De seguida o artigo retirado do "Correio da Manhã" para ficarem espantados tal como eu fiquei.

 

"Uma brasileira, de 36 anos, venceu uma batalha judicial, ganhando o direito a masturbar-se no local de trabalho, devido a uma necessidade compulsiva de orgasmos. Ana Catarina Bezerra Silvares é contabilista e possui uma doença bastante rara – compulsão orgástica. Esta é fruto de uma alteração química no córtex cerebral, fazendo com que a mulher esteja constantemente à procura de orgasmos, de modo aliviar o seu estado de ansiedade. De acordo com o jornal brasileiro ‘Região Noroeste’ houve dias em que Ana Catarina se masturbou 47 vezes. “Foi neste momento que procurei ajuda. Comecei a suspeitar que isto poderia ser anormal”, disse. O Dr. Carlos Howert Jr. acompanha Ana Catarina há três anos, receitando-lhe um “cocktail” de ansiolíticos, de modo a diminuir os seus níveis de ansiedade e, por consequência, masturbar-se apenas 18 vezes por dia, lê-se no mesmo jornal. Em Abril de 2011, Ana Catarina ganhou uma batalha judicial, adquirindo o direito, concedido pelo Ministério do Trabalho, a masturbar-se no seu emprego e a usar o computador da empresa para aceder a imagens eróticas."

 

 

 

 

 

sinto-me:
música: "Loca" - Shakira
publicado por Lígia Laginha às 07:25

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
16
17

21
24

26
27
28
29
30


Últ. comentários
lol!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!mas tb :S:S:S:S:S...
Nao me importava se ele entrasse no meu quarto ass...
Recuperar ursos bêbados deve ser bem mais fácil do...
Que chinezisse
Ao preço que está a gasolina por cá este remédio f...
Também pensei exactamente o mesmo Beijocas
Para além de persistente, nota-se que é sul-corean...
arquivos