Factos estranhos do estranho Mundo em que vivemos

Quarta-feira, 10 de Agosto de 2011

 

"Casie, uma jovem viúva de 26 anos, tornou-se viciada em comer as cinzas do falecido marido.

O marido faleceu há cerca de dois meses na sequência de um ataque asmático.

Segundo as suas declarações, prestadas num programa de televisão do canal americano TLC, a primeira vez que Casie provou as cinzas do falecido foi quando, acidentalmente, ao mudar as cinzas de uma caixa provisória para a urna actual, deixou cair um pouco nas mãos e não se quis limpar.

A partir daí, a jovem diz que não consegue parar "não consigo parar de meter o dedo na urna e lambê-lo depois".

Após a morte do marido, Casie, diz que não passa sem a presença das cinzas do defunto marido "eu levo o meu marido a todos os lugares," refere Casie." in "Correio da Manhã"

 

sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 08:16

Domingo, 22 de Maio de 2011

 

Bom dia caros visitantes do "Olhos Esbugalhados".

 

O caso que vos trago hoje demonstra como existem pessoas que por Amor fazem tudo, até desculpar a mais vil traição. O que por outras palavras mais brejeiras se pode chamar de "cornos mansos". Enfim, cada um sabe de si mas que é preciso gostar de ter a testa enfeitada para aturar certas coisas é. No meu caso eu pagava era para ela ficar presa, mas isso sou eu né?? Poem-se a questão de saber se a senhora leccionaria educação sexual, claro.

De seguida o artigo retirado do "Correio da Manhã":

 

"Brittni Colleps foi detida na passada segunda-feira por suspeitas de envolvimento sexual com cinco estudantes da escola onde leccionava em Kennedale, no estado norte-americano do Texas. O marido saiu em defesa da professora e até lhe pagou a fiança.

“Eu amo a minha mulher. Amo-a desde que a conheci há 11 anos. Sempre apoiei a minha mulher e vou continuar a apoiá-la”, afirmou Christopher Colleps, que pagou mais de 88 mil euros para que Brittni saísse em liberdade.

A investigação foi aberta depois de terem começado a circular na escola boatos sobre as suas aventuras sexuais com estudantes, todos eles com mais de 18 anos. A direcção do estabelecimento chamou a polícia, que acabou por deter Brittni por manter relações inapropriadas com alunos. Apesar dos estudantes serem todos maiores de idade, a lei do estado do Texas proíbe relações sexuais entre professores e alunos.

Christopher, que se queixou de ser alvo de brincadeiras desde que a mulher foi detida, enalteceu as suas qualidades. “Ela é simpática, apaixonante, amável e leal. Brittni é uma mãe amorosa que coloca sempre as necessidades das crianças acima das suas”, afirmou o marido."

 

sinto-me:
música: "sou corno mas sou feliz" - Mamonas Assassinas
publicado por Lígia Laginha às 09:30

Segunda-feira, 02 de Maio de 2011

 

 

 

Bom dia caros visitantes do "Olhos Esbugalhados".

 

Hoje para vos deixar boquiabertos aqui fica a história de uma senhora britânica que decidiu fazer uma tatuagem. Até aqui nada de estranho, no entanto, a bizarria começa quando se sabe que essa tatuagem foi feita com as cinzas de cremação do falecido marido. A senhora diz que é uma homenagem ao seu companheiro e ainda emprestou um restinho de cinzas a uma amiga que fez com elas uma outra tatuagem porque foi amiga do defunto 40 anos. Enfim... De seguida o artigo retirado da TVI24.

 

"Uma viúva britânica decidiu homenagear o marido morto de uma forma, no mínimo, original. Barbara Peterson, de 65 anos, utilizou as cinzas do marido para fazer uma tatuagem, de acordo com a BBC.

Esta moradora da cidade de Hull perdeu o marido em Julho do ano passado, vítima de cancro. Agora decidiu homenageá-lo com uma imagem que ficará para sempre com ela.

Barbara tatuou uma flor azul cercada de tranças na sua mão direita. Uma tatuagem diferente das duas que já tinha feito anteriormente. Nesta, os tatuadores trituraram as cinzas esterilizadas de Brian até que se tornassem numa num pó fino, que foi misturado à tinta utilizada para a tatuagem.

A ideia de fazer a tatuagem partiu de uma amiga sua, Chris Walker, de 67 anos, que tinha visto este procedimento num programa de televisão norte-americano.

Chris decidiu utilizar os restos das cinzas de Brian para fazer também uma tatuagem em homenagem ao amigo.

«Eu tatuei estrelas na minha mão esquerda. Brian e eu fomos amigos por 40 anos, todos nós sentimos muito a sua falta», diz."

sinto-me:
música: "Death is not the end" - Nick Cave & Leonard Cohan
publicado por Lígia Laginha às 06:53

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
16
17

21
24

26
27
28
29
30


Últ. comentários
lol!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!mas tb :S:S:S:S:S...
Nao me importava se ele entrasse no meu quarto ass...
Recuperar ursos bêbados deve ser bem mais fácil do...
Que chinezisse
Ao preço que está a gasolina por cá este remédio f...
Também pensei exactamente o mesmo Beijocas
Para além de persistente, nota-se que é sul-corean...
arquivos