Factos estranhos do estranho Mundo em que vivemos

Terça-feira, 13 de Setembro de 2011

 

"A britânica Sara Eason encontrou um sapo vivo numa embalagem de salada, comprada num supermercado em Londres. 

Francis Guzman, comprou uma embalagem de salada para a sua mulher, Sara Eason, de 37 anos.

Ao notar que algumas folhas estavam mais viscosas, a britânica desconfiou e apanhou um susto quando viu um sapo vivo no meio das folhas, segundo o site brasileiro G1." in "Correio da Manhã"

 

sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 09:29

Sexta-feira, 02 de Setembro de 2011

 

"Uma inglesa de 29 anos realizou o casamento de sonho com duas bandas, bar aberto, fogo-de-artifício e despesas pagas aos convidados, entre os quais o ex-patrão, a quem roubou os 190 mil euros que custou a boda. O alerta foi dado pela exuberância da cerimónia e Kirsty Lanem foi detida quando fazia as malas para a lua-de-mel no México. O ex--patrão processou-a, ela confessou e aguarda a sentença." in "Correio da Manhã"

 

sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 09:39

Terça-feira, 26 de Julho de 2011

 

"As sete vidas dos gatos é um dos ‘mitos urbanos’ mais famosos de que há memória. A sua independência, agilidade e a sua 'aura misteriosa' secular leva a que a ‘sabedoria popular’ tome como certa essa capacidade ‘felina’.

Curiosamente surge agora uma notícia que dá razão a este mito ou, em bom rigor, ainda o irá elevar a patamares superiores. Uma gata de nome ‘Hope', Esperança em português, vivia pacatamente em Great Walsingwam, Inglaterra, até que a sua dona a encontrou num estado deplorável.

Transportada ao hospital veterinário logo o médico de serviço pensou que ‘Hope', a gata, havia sido atacada por um cão. Só que após um raio X o espanto apoderou-se de todos: a gata tinha 30 chumbos, provenientes de uma espingarda de pressão de ar, alojados no corpo.

A grande maioria dos projécteis estavam alojados na parte traseira de ‘Hope' e quatro na cabeça. Submetida a uma cirurgia foram-lhe retirados 10 chumbos já que os restantes se encontram em zonas sensíveis do seu corpo.

As autoridades, contactadas pela associação Royal Society for the Prevention of Cruelty to Animals, procuram agora encontrar o ‘ser' que terá utilizado a gata como alvo.

Por tudo isto pode concluir-se que ‘Hope', não é uma gata qualquer já que tem muito mais que as tradicionais sete vidas com que a ‘mãe natureza' abençoou os felinos." in "Correio da Manhã"

 

sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 09:05

Terça-feira, 31 de Maio de 2011

 

Bom dia caros visitantes do "Olhos Esbugalhados".

 

A história que vos trago hoje fala de um inglês que é viciado, nada mais nada menos, do que em salsichas. Ele há vicios para tudo e este não é dos mais estranhos que já vi, acreditem! Sorte a do senhor que pode despender tanto dinheiro no seu tratamento e se tudo correr bem quem vai perder é a indústria salsicheira {#emotions_dlg.smile}

De seguida o artigo retirado do "Diário Digital":

 

"Um contabilista londrino já gastou uma pequena fortuna em aconselhamento profissional e terapia para conseguir deixar o seu vício. David Harding é um viciado em salsichas que «toma a sua dose» diariamente desde os cinco anos.

O homem de 47 anos, natural de Greenwich, já gastou quase duas mil libras (cerca de 2.304 euros) em aconselhamento e terapia, segundo o The Mirror.

«Os drogados precisam da sua dose, e é o mesmo comigo, excepto que a minha droga é a salsicha», comentou Harding. «Não consigo conceber a vida sem salsichas».

David afirma que desde os cinco anos que come pelo menos uma salsicha por dia, em sanduíches, fritos ou refeições principais.

Já comprou um congelador fundo de propósito para guardar «o seu produto». As suas favoritas são as «McWhinney´s Irish pork sausages».

O homem apercebeu-se que tinha um problema quando a sua mulher decidiu variar no menu e falhou em cumprir o ritual diário da salsicha."

 

sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 07:28

Sábado, 14 de Maio de 2011

 

 

 

Bom dia caros visitantes do "Olhos Esbugalhados".

 

Para quem pensa que a moda é só para jovenzinhas aqui está um exemplo de que está enganado. Nunca é tarde para nada e o segredo está em nunca desisitir daqui que queremos realmente. De seguida o artigo completo retirado do "Correio da Manhã" para ficarem de olhos esbugalhados:

 

"A idade não é o factor mais importante no mundo da moda. Pelo menos, essa é a ideia defendida por Daphne Selfe. Aos 82 anos, com quatro netos, a super-modelo mostra competência e profissionalismo, após seis décadas a trabalhar na área. 

Desenganem-se os que acreditam que a idade é prejudicial ao trabalho de Daphne. Muitos fotógrafos consideram-na mesmo uma diva, com maçãs faciais perfeitas, postura elegante e refinada, além de um cabelo longo com tons acinzentados que atrai muitas atenções.

Entre as marcas que mais apostam nesta super-modelo britânica estão alguns nomes fortes na indústria cosmética, como a Nivea ou a Olay, apresentando um currículo com desfiles de alta costura para a Dolce & Gabbana, tendo sido várias vezes destacada por publicações como ‘Vogue' e ‘Marie Claire'.

De acordo com uma análise feita por cirurgiões, Daphne não terá recorrido a operações plásticas para melhorar a sua aparência, apesar de existirem rumores em sentido contrário.

Certo é que a sua imagem continua a ser muito requisitada, com um ordenado que pode rondar os 1562 euros diários, afirmando que não se sente ameaçada pelas modelos mais jovens, tendo a confiança de que existe espaço no mercado para todas."


sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 07:48

Quinta-feira, 05 de Maio de 2011

 

 

 

Bom dia caríssimos visitantes do "Olhos Esbugalhados".

 

O insólito de hoje está relacionado com aquilo que para muitos, confesso que já fui adicta, se tornou um vício: o "Farmville. Para quem nunca ouviu falar trata-se de um jogo criado pela zynga e disponibilizado através da rede social facebook que consiste em gerir uma quinta virtual. Felizmente já não jogo mas garanto que é altamente viciante tanto mais porque a zynga vai criando sucessivos desafios e potencialidades que fazem com que a quinta se transforme em parte do quotidiano dos jogadores. Pelos vistos agora dado o sucesso adquirido pelo jogo alguém se lembrou de torna-lo mais real e surge então a Wimpole Farm, em Cambridgeshire que visa que os jogadores administrem a uma quinta real através da internet. Eu gostava mesmo é que eles fossem para lá dobrar a espinha pois aí sim veriam o que é a agricultura mas não a de "sofá". De seguida o artigo retirado do "Correio da Manhã".

 

"O National Trust, entidade do Reino Unido independente do Fundo Governamental, está à procura de 10 mil pessoas ‘agricultoras virtuais’ para gerirem uma quinta real através da Internet.

O ‘grupo’ de voluntários terá a seu cargo as votações que irão decidir que plantação deve ser feita nos 485 hectares disponibilizados para a produção de produtos orgânicos, bem como os animais a criar.

O projecto, inspirado no jogo ‘Farmville’ da rede social Facebook, permite que qualquer pessoa se torne ‘agricultor’ na Wimpole Farm, em Cambridgeshire, bastando para isso o pagamento anual de 30 libras (33,3 euros).

A iniciativa, apelidada ‘MyFarm’, pretende que os internautas criem uma maior relação com os alimentos.

A directora-geral do National Trust, Fiona Reynolds, acredita que através deste projecto, que pretende 250 mil visitantes anuais à quinta orgânica, sejam apresentados “os altos e baixos” da vida à base da agricultura.

“O projecto MyFarm fará com que pessoas de todo o mundo falem sobre agricultura, sobre a produção de alimentos, decidindo a forma como são criados os produtos que adquirem nos supermercados e como as suas decisões podem influenciar esses mesmos produtos”, defende Reynolds.

Os participantes podem decidir, por exemplo, se deve ser plantado trigo, aveia ou cevada no próximo Outono, sendo todo o processo captado por câmaras de filmar, permitindo ainda interacção em chats.

Recorde-se que o jogo em que se baseia o projecto, o ‘Farmville’, criado pela Zynga para o Facebook, conta actualmente com cerca de 45 milhões de utilizadores."


sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 07:21

Quarta-feira, 20 de Abril de 2011

 

 

 

Para começar trago-vos um caso amplamente divulgado que se refere a uma "senhora" inglesa que achou que os gatos (vivos) eram para por no caixote do lixo. Lá o que lhe passou pela cabeça não sei mas lá que é estranho isso é.

De seguida reproduzo um artigo do jornal "i online" que relembra os mais esquecidos desta brincadeira sem humor como é tipico dos ingleses. Vejam também o vídeo e fiquem de olhos esbugalhados.

 

"Uma mulher que pôs um gato no lixo foi identificada após as filmagens do acto terem sido divulgadas pelos donos do animal. O vídeo, filmado pelas câmaras de vigilância da casa, em Conventry, Inglaterra, mostra uma mulher de meia-idade a fazer festas ao gato e, de seguida, a levantar a tampa do contentor do lixo e colocá-lo lá dentro.

Os donos do animal, Daryll e Stephanie Mann foram alertados para o sucedido pelo miar do gato. Depois de o salvarem resolveram recorrer às imagens de videovigilância para perceber o que tinha acontecido. Em declarações à SkyNeW disseram ter ficado chocados “pensávamos que tinha sido alguém bêbado, acabado de sair de um bar, mas quando vi isto… é de doidos!”.
Este vídeo chegou mesmo à televisão e a protagonista foi identificada. Segundo a polícia local não cometeu nenhum crime, pelo que está apenas sob protecção popular, devido à revolta popular e às ameaças que já recebeu."


sinto-me:
música: Atirei o pau ao gato :)
publicado por Lígia Laginha às 07:45

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
16
17

21
24

26
27
28
29
30


Últ. comentários
lol!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!mas tb :S:S:S:S:S...
Nao me importava se ele entrasse no meu quarto ass...
Recuperar ursos bêbados deve ser bem mais fácil do...
Que chinezisse
Ao preço que está a gasolina por cá este remédio f...
Também pensei exactamente o mesmo Beijocas
Para além de persistente, nota-se que é sul-corean...
arquivos