Factos estranhos do estranho Mundo em que vivemos

Segunda-feira, 09 de Maio de 2011

 

 

 

 

Bom dia caros visitantes do "Olhos Esbugalhados".

 

Hoje este blog de bizarrias traz-vos um exemplo, quanto a mim claro, de que o respeito pela vida humana é quase nulo independentemente da cultura ou da religião. Sim é certo que bin Laden era um criminoso e que da sua cabeça sairam planos macabros, no entanto, tornar a sua morte num motivo de festejos ou num jogo não é também algo negativo?? Afinal, sobretudo para quem é seguidor dos princípios religiosos do cristianismo, não cabe a nós seres humanos retirar a vida a outro homem. Enfim, cada qual com a sua opinião. Certo ou não, a morte de bin Laden já foi parodiada e agora deu vida a um jogo em que qualquer um pode adoptar o papel de executor. O artigo retirado do "Correio da Manhã":

 

"Menos de uma semana após a morte de Osama bin Laden, chegou à internet um jogo de vídeo em que é possível recriar o ataque contra o líder da al-Qaeda na sua casa de Abbottabad.

Trata-se do mais recente episódio da saga Kuma War, um jogo de luta antiterrorista gratuito que está on-line há vários anos. No caso de ‘Osama 2011’, qualquer um pode vestir a pele de um SEAL, tomar de assalto a mansão de Abbottabad e abater o líder da al-Qaeda."

 

sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 07:39

De energia-a-mais a 9 de Maio de 2011 às 12:26
situação degradante para a condição humana, vivemos num mundo impróprio....Não quero com isto dizer que um homem com ele não devesse pagar pelos crimes que cometeu e incentivou mas que essa morte origine festejos deste tipo, enfim!

De Lígia Laginha a 9 de Maio de 2011 às 15:49
Concordo! Repugnam-me estas atitudes.


mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9

18




Últ. comentários
lol!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!mas tb :S:S:S:S:S...
Nao me importava se ele entrasse no meu quarto ass...
Recuperar ursos bêbados deve ser bem mais fácil do...
Que chinezisse
Ao preço que está a gasolina por cá este remédio f...
Também pensei exactamente o mesmo Beijocas
Para além de persistente, nota-se que é sul-corean...
arquivos