Factos estranhos do estranho Mundo em que vivemos

Quarta-feira, 13 de Julho de 2011

 

"Chen De calcula ter consumido cerca de uma tonelada e meia de combustível desde 1969. Uma quantidade suficiente para percorrer 21.600 quilómetros de automóvel.

 

Há 42 anos que um homem de 71 anos, residente numa cidade do centro da China, bebe gasolina e querosene para tratar a tosse e dores de garganta, noticiou hoje o diário "Global Times". 

Chen De, que mede um metro e meio de altura e é muito magro, bebe todos os meses entre três a quatro litros de gasolina. 

O ancião começou a consumir querosene em 1969, quando uma pessoa lhe recomendou o produto para tratar uma tosse muito forte, continuando a consumir depois de confirmar que o combustível era eficaz para suavizar a garganta. Chen De iniciou-se no consumo da gasolina mais tarde, com a redução da venda de querosene na China. 

O indivíduo, que calcula ter consumido cerca de uma tonelada e meia de combustível desde 1969, defende que o consumo dos produtos tóxicos tem sido muito benéfico para a sua saúde. 

Chen De vive sozinho há oito anos para evitar conflitos com os filhos que o têm tentado convencer a deixar de consumir gasolina e querosene. 

Depois de terem tomado conhecimento do caso, médicos do hospital Honglou de Chongqing, analisaram Chen e ofereceram-lhe um tratamento gratuito para controlar a doença, mas o ancião declinou, argumentando que a sua saúde tem estado muito bem nos últimos anos e que não tem necessidade de recorrer a nenhum hospital. 

Os clínicos confirmaram que a saúde de Chen é normal, apesar de ter os pulmões um pouco inflamados, ao concluírem que o corpo do paciente já deve ter desenvolvido uma adição ao consumo de combustível." in "Renascença"

 

sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 10:59

 

"Uma sul-coreana passou hoje o 188 dia consecutivo numa grua para protestar contra a supressão de postos de trabalho num estaleiro naval da Coreia do Sul.

 

Kim Jin-suk, de 52 anos, antiga funcionária do estaleiro naval Hanjin Heavy Industries and Construction, não sai de uma grua gigante com 35 metros de altura desde Janeiro, na cidade de Busan (no sul do país), de acordo com a agência noticiosa francesa AFP.

 

A electricidade que alimenta a grua foi cortada mas Kim continua a enviar mensagens para a rede social Twitter através de um telemóvel alimentado por energia solar.

 

O conflito começou em Dezembro quando 900 trabalhadores sindicalizados entraram em greve para protestar contra um plano de supressão de 400 postos de trabalho. A empresa respondeu com o encerramento do estaleiro.

 

Direcção e trabalhadores assinaram depois um acordo que previa a saída de 310 funcionários com o pagamento de compensações, mas 90 rejeitaram a proposta, indicou Ryu Jang-hyun, responsável sindical.

 

No sábado, milhares de manifestantes desfilaram em Busan para demonstrar o apoio aos trabalhadores despedidos. A polícia usou canhões de água para dispersar os manifestantes e deteve 50 pessoas." in "Correio da Manhã"

 

sinto-me:
publicado por Lígia Laginha às 07:36

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
15

18

24
30



Últ. comentários
lol!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!mas tb :S:S:S:S:S...
Nao me importava se ele entrasse no meu quarto ass...
Recuperar ursos bêbados deve ser bem mais fácil do...
Que chinezisse
Ao preço que está a gasolina por cá este remédio f...
Também pensei exactamente o mesmo Beijocas
Para além de persistente, nota-se que é sul-corean...
arquivos